Gazette

Sua referência em notícias culturais

Programação do XV Festival de Ópera do Theatro da Paz é apresentada em coletiva de imprensa Programação do XV Festival de Ópera do Theatro da Paz é apresentada em coletiva de imprensa
O ponto de partida para o início da programação do XV Festival de Ópera do Theatro da Paz foi dado na manhã desta terça-feira,... Programação do XV Festival de Ópera do Theatro da Paz é apresentada em coletiva de imprensa

O ponto de partida para o início da programação do XV Festival de Ópera do Theatro da Paz foi dado na manhã desta terça-feira, 2, durante uma coletiva de imprensa, no hall do teatro. Foram apresentados aos jornalistas os eventos que vão compor o Festival deste ano, que começa no próximo sábado, 6, com o Concerto de Abertura, às 20h.

O coordenador do evento, Gilberto Chaves, começou enumerando os eventos da 15ª temporada do Festival. “Teremos o Concerto de Abertura, com a soprano paraense Adriane Queiroz, sucesso na Europa. Ela fará uma homenagem ao maestro Carlos Gomes na sua segunda parte”, informou Chaves, ao apresentar também boa parte da programação do Festival, como a Cantata “Los Pájaros Perdidos – O Tempo no Tango”, baseada na obra de Astor Piazzolla e Carlos Gardel; e Turandot, última ópera de Puccini.

A programação ainda contará com a realização de três palestras, os lançamentos de um livro sobre a vida de Carlos Gomes e de dois dvds da ópera Mephistófeles e Ótelo, além do Concerto de Encerramento, que este ano, por conta da crise, deve ocorrer dentro do teatro, com gratuidade para todos os públicos. Ele lembrou ainda, que todos os eventos do Festival serão no Theatro da Paz. O secretário de Cultura do Estado, Paulo Chaves, ressaltou, no entanto, que ainda não “bateu o martelo”, com relação ao Concerto de Encerramento ocorrer dentro do teatro, quebrando uma tradição de quase 15 anos. “Ainda estou tentando ver como fazemos para manter o concerto do lado de fora do teatro, porque gosto de manter essa tradição. É um concerto muito bonito e gostaria de mantê-lo, embora os custos com palco, gerador e som entre outros, sejam altos”, disse.

Paulo Chaves também enfatizou que uma das novidades desta edição do Festival será a apresentação da cantata Los Pájaros Perdidos, com récitas nos dias 26, 27 e 28 de agosto, às 20h. “É um espetáculo que tem como ponto central o tempo, com base na obra do Piazolla, que aborda as estações, começando pela primavera, quando se inicia a vida; o verão, quando se tem o auge da vida; o outono, o começo da decadência e o inverno, que é o adeus. Posso dizer que tudo é metafórico e filosófico nesse espetáculo, mas muito bonito”, garantiu o secretário que participou da concepção ao lado de Eduardo Neves e Luiz Pardal, também presentes na coletiva.

O maestro Miguel Campos Neto será responsável por reger todos os espetáculos à frente da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), que este ano comemora 20 anos de fundação. Presenta na coletiva, o maestro ressaltou a importância do Festival para os músicos paraenses. “O Festival se não é a maior vitrine para os músicos, está entre as maiores, porque durante o Festival temos oportunidades, não só de nos apresentar para o público da nossa cidade, que acompanha nossas apresentações todos os meses aqui no teatro, mas também para um público que vem de outras partes do país. Além disso, captamos a atenção de críticos de publicações importantes como a Folha e a Revista Concerto e até mesmo de outros países como a Itália”, comentou.

Ao final da coletiva, a soprano Adriane Queiroz mostrou no palco do Da Paz duas árias que serão apresentadas durante o Concerto de Abertura, no próximo sábado. Estiveram presentes ainda na coletiva, a diretora do Sistema Integrado de Teatro, Maria Sylvia Nunes e a diretora do Theatro da Paz, Ana Cláudia Moraes.

Ingressos – As bilheterias do teatro já estão abertas para a venda de ingressos do Concerto de Abertura e da Cantata Los Pájaros Perdidos. No dia 1º de setembro terá início a venda dos ingressos para a Ópera Turandot. Informações: (91) 4009-8750.

Serviço:

XV Festival de Ópera do Theatro da Paz

– Concerto de Abertura, dia 6 de agosto, às 20h – Valores: R$ 30 (plateia, varanda, frisa e camarote de 1º); R$ 20 (camarote de 2ª e Galeria) e R$ 10 (Paraíso)

– Cantata Los Pájaros Perdidos – O Tempo no Tango, dias 26, 27 e 28 de agosto, às 20h – Valores: R$ 50 (plateia, varanda, frisa e camarote de 1º); R$ 30 (camarote de 2ª); R$ 20 (Galeria) e R$ 10 (Paraíso)

– Ópera Turandot, dias 21, 23, 25 e 27 de setembro, às 20h – Valores: R$ 80 (plateia, varanda, frisa e camarote de 1º); R$ 40 (camarote de 2ª); R$ 20 (Galeria) e R$ 10 (Paraíso)

Por Alexandra Cavalcanti

Fonte: Agência Pará

admin

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *