Gazette

Sua referência em notícias culturais

Filmes de produção independente vão receber R$ 30 milhões Filmes de produção independente vão receber R$ 30 milhões
Vinte e dois projetos de longa-metragem foram contemplados no 3º edital da Agência Nacional do Cinema (Ancine), que vai investir R$ 30 milhões em... Filmes de produção independente vão receber R$ 30 milhões

Vinte e dois projetos de longa-metragem foram contemplados no 3º edital da Agência Nacional do Cinema (Ancine), que vai investir R$ 30 milhões em obras cinematográficas de linguagem inovadora e relevância artística.

Os recursos oferecidos nesta ação do programa Brasil de Todas as Telas, da Ancine, são do Fundo Setorial do Audiovisual. Nesta terceira edição,  a Chamada Pública Prodecine 05/2015 recebeu 330 inscrições, o que representa um aumento de 65% em relação ao edital anterior.  Dos 22 projetos selecionados, 16 são filmes de ficção, cinco são documentários e um é uma animação para o público adulto.

Selecionados

Todos os projetos serão feitos por produtoras independentes sediadas em sete estados (Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Sul) e no Distrito Federal.

“Apostamos em obras com potencial para trilhar carreira em festivais nacionais e internacionais, ampliando a visibilidade do filme brasileiro, e que também possam chegar ao circuito de salas de cinema, diversificando a oferta e ampliando o público do cinema nacional. Não acreditamos em um único tipo de filmes. A sociedade brasileira é plural e deseja ter acesso a filmes de diversos gêneros, linguagens e sensibilidades”, disse  o presidente da Ancine, Manoel Rangel, ao fazer o anúncio dos vencedores.

Entre os contemplados há projetos de cineastas veteranos, como Geraldo Sarno, Silvio Tendler, Geraldo Moraes, Paula Gaitán e Carlos Gerbase, e nomes da novíssima geração do cinema brasileiro, como Adirley Queirós, Maya Da-Rin, Alice Furtado e Gustavo Galvão. Dez diretores são estreantes no formato longa-metragem de ficção.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Ancine e da Agência Brasil

admin

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *