Gazette

Sua referência em notícias culturais

Carlos Gomes forma 14 instrumentistas no curso técnico em música Carlos Gomes forma 14 instrumentistas no curso técnico em música
Quatorze alunos do curso técnico em música do Instituto Estadual Carlos Gomes colaram grau na noite da última quinta-feira (17), em Belém. A solenidade... Carlos Gomes forma 14 instrumentistas no curso técnico em música

Quatorze alunos do curso técnico em música do Instituto Estadual Carlos Gomes colaram grau na noite da última quinta-feira (17), em Belém. A solenidade de formatura da turma que levou o nome de Professor Edson Márcio da Lima Ferreira foi na Igreja de Santo Alexandre, no bairro da Cidade Velha. Estudantes de música, amigos e familiares dos concluintes lotaram a igreja para acompanhar mais um passo importante da trajetória dos instrumentistas.

A cerimônia teve a participação do pianista Robenare Marques, que executou o Hino Nacional e o Hino do Pará, e contou com apresentações artísticas de um dos concluintes do curso de violino e de outros quatro formandos da classe de percussão. A paraninfa da turma foi a professora Dayse Puget e a oradora foi a violinista Maria Izabel Veiga. Na ocasião, houve homenagem dos alunos ao músico russo Serguei Firsanov, reconhecido violista e professor do instituto, que morreu este ano em Belém. A viúva do músico, Tatiana Firsanov, recebeu a homenagem.

A conclusão do curso mostra o compromisso da Fundação Carlos Gomes (FCG) em formar músicos, cumprindo assim a missão na área da educação musical no Estado. “É a garantia do cumprimento da legislação que regula o exercício da profissão de técnico em música. Esse profissional pode atuar em escolas especializadas em música e em outros setores relacionados com a educação musical, como ONGs e participação em festivais e projetos que tenham a música como objetivo central”, disse o diretor de Ensino do instituto, Claudio Trindade.

O curso técnico em música tem duração de três anos, mas alguns alunos que concluíram essa etapa da formação musical passaram mais de dez anos estudando porque cursaram todas as etapas desde a musicalização, passando pelo curso fundamental até o técnico. “Após finalizar o curso, os músicos podem se submeter aos processos seletivos e cursar a licenciatura ou o bacharelado em música ofertados pelas instituições de ensino superior no Pará”, frisou Claudio Trindade.

Com apenas 18 anos, o percussionista Matheus Barbosa caminha a passos largos na tão almejada profissão que escolheu. Ele foi um dos estudantes que alcançaram o diploma do curso técnico. “É um sonho realizado. Entrei com 10 anos de idade no conservatório e, graças a este curso, já tenho um trabalho. Dou aulas de música e também toco em eventos. Pretendo me qualificar ainda mais para atuar no mercado de trabalho. Quero concluir o bacharelado, entrar no mestrado e logo depois no doutorado. Vou fazer concurso público ou entrar para uma orquestra”.

Por Rosa Cardoso

Fonte: Agência Pará

admin

  • Concurso Publico

    November 23, 2016 #1 Author

    Oi. Acabei de achar esse site através google e você poderia me informar se ainda está atualizado, porque não consegui acessar algumas informações. Será que é problema no meu pc? Obrigado. Aguardo retorno.

    Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *