Gazette

Sua referência em notícias culturais

Portal da FCP recebe novo sistema de cadastro de prestadores de serviços Portal da FCP recebe novo sistema de cadastro de prestadores de serviços
Prestadores de serviço, como oficineiros, ministrantes de cursos, palestras, e demais ações afirmativas, regulares ou eventuais, devem agora realizar um cadastro virtual que facilitará... Portal da FCP recebe novo sistema de cadastro de prestadores de serviços

Prestadores de serviço, como oficineiros, ministrantes de cursos, palestras, e demais ações afirmativas, regulares ou eventuais, devem agora realizar um cadastro virtual que facilitará a escolha desses profissionais para as atividades desenvolvidas nos espaços da Fundação Cultural do Pará (FCP) – Casa da Linguagem, Casa das Artes, Oficinas Curro Velho e Biblioteca Pública Arthur Vianna.

Os interessados devem acessar o site da Fundação Cultural do Pará pelo endereço http://fcp.pa.gov.br/ e clicar na aba “Cadastro de Prestadores de Serviços” (http://www.fcp.pa.gov.br/selecty/login/) . No ato do cadastramento, o proponente da atividade deve informar a descrição, os objetivos, a metodologia e o público-alvo da sua proposta, assim como deve anexar documentos como as cópias do RG, CPF, cartão PIS (ou documento que comprove a numeração) e comprovante de residência. Nessas informações, devem constar ainda o currículo e a comprovação de experiência relacionada à área de atuação desses profissionais.

O coordenador do Núcleo de Tecnologia e Informação (NTI) da Fundação Cultural do Pará (FCP), Raimundo Nonato, considera que esse processo de automatização no cadastro dessas pessoas melhora e agiliza em todos os sentidos o acesso desses prestadores de serviços ao seu cadastramento e à própria seleção desses profissionais por parte da Fundação Cultural do Pará.

“Primeiro o instrutor (ou prestador de outros serviços além das oficinas, como cursos e palestras) vai no portal da Fundação Cultural (fcp.pa.gov.br) , e lá ele vai encontrar informações relativas ao sistema, sobre como funciona, e também o que ele vai precisar, no segundo passo, ele vai anexar os documentos, no terceiro passo, é o anexo de proposta, em que ele apresenta cinco propostas relativas à atividade que ele vai propor, seja na área de linguagem verbal, cênica, visual, e nas demais linguagens artísticas”, explica o coordenador do NTI da FCP.

Com a implantação desse banco de dados, as diretorias da FCP responsáveis por essas atividades terão uma maior facilidade de acessar o histórico dos proponentes de oficinas, workshops e cursos que são oferecidos pela Fundação. A partir de agora, todos os prestadores de serviço que desejem apresentar propostas à Fundação Cultural do Pará, deverão se cadastrar neste sistema.

Fonte: FCP

admin

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *