Gazette

Sua referência em notícias culturais

Alberto Bitar apresenta projeto contemplado no Programa Seiva da Fundação Cultural do Pará Alberto Bitar apresenta projeto contemplado no Programa Seiva da Fundação Cultural do Pará
O mais novo projeto do fotógrafo paraense Alberto Bitar, Imêmores (docs), será exibido pela primeira vez a partir do dia 15 de dezembro, no... Alberto Bitar apresenta projeto contemplado no Programa Seiva da Fundação Cultural do Pará

O mais novo projeto do fotógrafo paraense Alberto Bitar, Imêmores (docs), será exibido pela primeira vez a partir do dia 15 de dezembro, no Laboratório das Artes, do Museu Casa das Onze Janelas. Desenvolvido com o Prêmio de Produção e Difusão Artística, da Fundação Cultural do Pará, o trabalho expressa uma busca por fragmentos de memórias deixadas em objetos.

Bitar se lança neste projeto capturando imagens de arquivos públicos e também privados já desativados. Na pesquisa, foram fotografados registros do primeiro emprego, a demissão, a autorização de uma compra, as férias tão esperadas, a negativa de licenças, firmações de contratos, relatórios que guardam em si a memória das pessoas e da dinâmica de um lugar.

O trabalho será apresentado na forma de instalação com as imagens guardadas em pastas e arquivadas em mobiliário de aço, muito comuns em instituições, tanto públicas quanto privadas. Para acessar as imagens, o espectador terá que manipular o armário recheado de fotografias guardadas como documentos. Além das imagens, o público será surpreendido com um poema, que teve seu uso na instalação autorizado ao fotógrafo pelo poeta e filósofo Antônio Cícero.

Esta é a primeira vez em 25 anos dedicados à fotografia, que o autor experimenta uma exibição que exige a interação do público. “Sempre me deixei atrair por esses fragmentos de uma memória. As peças foram se encaixando aos poucos. Um dia, ao visitar a casa onde guardo alguns objetos e que continua abandonada, me deparei com esse móvel que pertenceu à minha família e que eu acredito combinar com a ideia da série”, disse.

Imêmores

Apesar de já ter exposto em 2014 imagens da série Imêmores (voos) e de ter publicado em 2016 um livro com fotografias dessa mesma série, que traz imagens de aviões abandonados ou fora de uso em pistas em Belém e Santarém, foi fotografando, em 2013, arquivos esquecidos em uma instituição pública federal de Belém que a série Imêmores (docs) começou a ser produzida e que deu início ao próprio projeto de mesmo nome, que compreende ainda outros trabalhos sobre a relação da memória/esquecimento a partir de objetos e lugares deixados para trás.

Serviço:  Instalação Imêmores (docs), de Alberto Bitar. Abertura dia 15/12, às 19h, no Laboratório das Artes, do Museu Casa das Onze Janelas. Visitação: 16 de dezembro a 29 de janeiro de 2017. Entrada gratuita.

 

*Fonte: Governo do Pará

Fonte: FCP

admin

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *